ALCALINIDADE DA PISCINA COMO CORRIGIR O PH DA ÁGUA


QUEM TEM UMA PISCINA EM CASA CERTAMENTE JÁ SE ENCONTROU COM UMA SÉRIE DE DUVIDAS QUANTO AOS PROCESSOS DE SUA MANUTENÇÃO E CUIDADOS! UM DOS ASPECTOS MAIS COMUM NESSE SENTIDO É SOBRE O CONTROLE DE ALCALINIDADE DA PISCINA!

importância de controlar a alcalinidade da piscina

importância de controlar a alcalinidade da piscina

Esse é um aspecto de suma importância para garantir que sua piscina apresenta boas condições de uso é um adendo que pode ser avaliado até mesmo durante o processo de limpeza periódico da mesma!

Se por ventura você também possui dúvidas em saber como limpar a piscina, a dica é ler também o conteúdo do artigo – Conheça o manual passo a passo para saber como limpar a piscina!

controle de alcalinidade da piscina refere-se à capacidade que a mesma possui de neutralizar os ácidos e como consequência também manter o pH da água de forma mais estável.

Em geral, trata-se de um parâmetro referente à capacidade e não de intensidade como muitos acabam pensando – e é aí que uma pequena confusão pode acontecer!

Quer se aprofundar melhor nesse assunto e garantir o máximo de informação sobre a ampla importância acerca do controle de alcalinidade da piscina?

Então continue lendo atentamente o conteúdo a seguir e saiba mais detalhes sobre esse tema agora mesmo!

O QUE É ALCALINIDADE – CONTROLE DE ALCALINIDADE DA PISCINA E ENTENDA MELHOR E SUA IMPORTÂNCIA!

Como dito anteriormente, a alcalinidade se refere à capacidade de uma piscina em conseguir neutralizar ácidos e ainda manter o pH estável!

importância de controlar a alcalinidade da piscina

importância de controlar a alcalinidade da piscina

A alcalidade da piscina é movida principalmente aos carbonatos e também bicarbonatos, sendo ainda também atribuída aos íons hidróxidos, silicatos, boratos, amônia e fosfato.

No caso, a alcalinidade total da água da piscina é atribuída à soma da alcalinidade que é produzida por parte de todos esses íons.

Confuso não é mesmo? Mas, para ficar tudo menos complexo, vamos agora abordar o assunto desejado: controle de alcalinidade da piscina!

De maneira geral, a alcalinidade de uma piscina pode ser definida por meio da quantidade de substancias que se revelem presentes na água que sejam capazes de conseguir neutralizar ácidos.

Ou seja, ela tem como objetivo central atuar como uma espécie de “tampão” do pH, permite que se evite uma variação.

Ela é ainda medida em ppm (partes por milhão) e o mais indicado é que uma piscina consiga manter o valor de 80 até 120 ppm.

Para poder certificar esse valor é preciso contar com um kit teste de alcalinidade ou com uma fita teste. – no caso, o kit pode apresentar uma maior precisão do que a fita.

Em suma, é fundamental controlar a alcalinidade da piscina para que ela possa manter um pH realmente estável e adequado!

O QUE OCORRE QUANDO A ALCALINIDADE DA PISCINA SE ENCONTRA MAIS BAIXA?

Podem ocorrer muitos problemas quando a alcalinidade da piscina se encontra mais baixa do que o ideal. Confira abaixo alguns dos problemas mais comuns:

  • A água poderá ficar com um aspecto mais turvo
  • Pode ficar com a água verde, mesmo se estiver translucida.
  • Há chances de a água ficar opaca
  • A água também poderá ficar corrosiva
  • O pH poderá variar mais do que o normal – e isso pode até afetar o custo do tratamento.
  • O cloro acaba tendo seu efeito comprometido.

Mas, a única preocupação não ocorre somente quando a alcalinidade está baixa – quando ela se revela mais alta também podem ocorrer alguns problemas, como:

  • A água fica turva
  • Perde o brilho, ficando opaca
  • Pode haver a formação de incrustações nas tubulações
  • Mais gastos provenientes ao uso de produtos químicos!

Tudo isso ajuda a evidenciar porque o controle de alcalinidade da piscina é algo tão importante!

COMO AJUSTAR A ALCALINIDADE DA PISCINA AFINAL DE CONTAS?

Você já sabe que tanto alto quando baixo, o controle de alcalinidade da piscina exige atenção, certo? Mas, afinal como estabelecer esse controle?

importância de controlar a alcalinidade da piscina

importância de controlar a alcalinidade da piscina

Em grande parte dos casos é mais comuns que o controle de alcalinidade se apresente desajustado para baixo e quando isso ocorre é preciso acabar recorrendo ao uso do elevador de alcalinidade.

Ele também pode ser chamado de estabilizador de pH ou até mesmo de pH estável e sua função é a de justamente elevar a alcalinidade e assim conseguir estabilizar o pH!

Caso a alcalinidade acabe se apresentando superior a 200 ppm, aí é preciso tomar outra medida – nesse caso, será necessário fazer a aplicação de um redutor de pH e alcalinidade.

Essa correção somente pode ser recomendada quando o valor identificado realmente esteja superior a 200 ppm, porque existem alguns fatores que podem acabar contribuindo para que ocorra uma redução de forma mais espontânea.

Ou seja, se você interferir antes que isso aconteça, poderá acabar causando uma variação desnecessária e ter de que realizar um novo processo de elevação da alcalinidade.

Essas foram as dicas sobre o controle de alcalinidade da piscina!

Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *